#TBT SETEMBRO 2018

#TBT SETEMBRO 2018

Em setembro de 2018 participei de duas corridas de cinco quilômetros: a Etapa Primavera do Circuito das Estações e a Corrida do Fogo.

02/09 – CIRCUITO DAS ESTAÇÕES ETAPA PRIMAVERA

A terceira etapa do Circuito das Estações foi realizada em um local diferente das anteriores. A estrutura do evento foi montada no Centro de Esporte e Lazer Ney Braga em São José dos Pinhais, cidade da Região Metropolitana de Curitiba.

Minutos antes da largada tive a oportunidade de encontrar várias pessoas conhecidas com quem conversei e troquei energia positiva.

Pelo fato de desconhecer as características do percurso de 5 km escolhi correr em um ritmo conservador. Devido a chuva que caiu durante a noite o asfalto estava molhado e eu teria que tomar muito cuidado.

Como não tinha preocupação com o tempo de conclusão da prova segui em um ritmo confortável e seguro. Reduzi um pouco o ritmo nas subidas a passei a acelerar as passadas quando entrei no quinto quilômetro.

Fiz uma corrida tranquila, acumulei mais cinco quilômetros e conquistei a minha 119ª medalha desde que comecei a correr em agosto de 2012.

30/09 – CORRIDA DO FOGO

Para marcar o último domingo do mês de setembro participei da 3ª Corrida do Fogo. Nas edições anteriores corri a prova de dez quilômetros. Foi na 1ª Corrida do Fogo que estabeleci o meu recorde para a distância: 1 hora e 10 minutos.

Em  2018 escolhi a prova de cinco quilômetros apesar de saber que não teria condições de bater o meu recorde da distância: 34 minutos e 20 segundos.

Analisei o percurso e identifiquei os trechos de subida e descida. Assim estabeleci o meu ritmo de corrida. Larguei com tranquilidade e segui em um ritmo confortável.

Completei o percurso em 38 minutos e 29 segundos, bem acima do meu recorde. No entanto o mais importante foi completar a minha 120ª corrida de rua e encontrar várias pessoas queridas antes, durante e depois da corrida.

Depois de pegar a minha medalha e me hidratar segui para a Praça do Japão, ponto inicial da 14ª Caminhada do Coração promovida pelo Hospital Cardiológico Constantini. De lá saíram milhares de pessoas em um ritmo bem lento em direção ao Parque  Barigui.

A caminhada serviu para relaxar as pernas depois de uma corrida de cinco quilômetros. A Caminhada do Coração tem um significado muito especial para mim. Foi em 2011 que deixei o sedentarismo de lado.

Pouco antes da chegada no Parque Barigui tive o enorme prazer de encontrar um colega do trabalho que no início do ano fez a cirurgia de redução do estômago. Fiquei muito feliz em ver o quanto melhorou a sua qualidade de vida.

O percurso de sete quilômetros foi percorrido em cerca de uma hora e vinte minutos.  Durante a caminhada tiver a oportunidade de conversar com diversas pessoas sobre a importância da atividade física.

No estacionamento do parque vários ônibus estavam à disposição para levar o pessoal de volta para a Praça do Japão. Fui caminhando do local onde a caminhada terminou até onde estavam os ônibus.

Entre a corrida e a caminhada foram percorridos quatorze quilômetros. Foi uma manhã de domingo muito gratificante.

Norman Bitner

Nascido em Curitiba - PR. Administrador, bancário, atleticano, corredor de rua, canhoto.