Férias em Gramado 2018 6º dia

Seguimos logo cedo para a cidade de Nova Petrópolis, situada a cerca de trinta e quatro quilômetros de Gramado. Fizemos uma rápida parada no Portal de Gramado e continuamos a nossa viagem. Apesar do tempo chuvoso todos no ônibus estavam muito animados.

A nossa primeira parada foi no Armazém da Rosa Mosqueta. Inicialmente assistimos um vídeo a respeito da origem da rosa mosqueta e as suas diversas propriedades. Depois tivemos a oportunidade de comprar os produtos desenvolvidos a partir da rosa mosqueta.

Em seguidas fomos até a Praça da Flores onde está localizado o Labirinto Verde. Quem entrou no labirinto se divertiu bastante tentando chegar até o centro e depois encontrar a saída.

 

 

 

 

 

 

 

Depois fizemos um intervalo para o almoço no Restaurante Torquês onde fomos recepcionados pelo simpático alemão Babaloo e o seu tradicional Fusca.

 

 

A nossa próxima visita foi na loja da Dakota, tradicional fabricante de calçados masculinos, femininos e infantis.

Depois visitamos a loja Kukos em que conhecemos relógios de diversos tipos e tamanhos.

 

 

Finalizamos o nosso passeio visitando o Parque Aldeia do Imigrante. Ele foi criado para resgatar e preservar o passado histórico dos imigrantes que colonizaram a região, predominando a imigração alemã.

Inaugurado oficialmente em 12 de janeiro de 1985, ele ocupa uma área de aproximadamente dez hectares, sendo a maior parte mata nativa.

 

 

 

 

 

 

 

Depois de apreciarmos a beleza do local iniciamos a nossa viagem de retorno para Gramado. Foi um passeio muito gratificante e enriquecedor.

 

 

 

 

Férias em Gramado 2018 5º dia

A primeira visita do nosso passeio foi na Casa Centenária. Construída em madeira sobre um porão de pedras onde até hoje são conservados vinhos, queijos e salames, a casa pertence a Senhora Elizabeta Ferrari que tem mais de oitenta anos.

Construída em madeira sobre um porão de pedras onde até hoje são conservados vinhos, queijos e salames, a casa mistura-se com a história de Gramado.

É possível ver a casa por fora e entrar no porão onde estão guardados diversos utensílios e objetos antigos. No quintal há galinhas, porcos, um cachorro, um coelho e dois carvalhos.

Em seguida seguimos para o Moinho da Família Cavichion. Fomos recebidos pela Maristela que nos contou a respeito da vinda dos italianos para o Brasil.

Perto dali conhecemos a Ervateira Marcon onde acompanhamos o processo artesanal de fabricação da erva-mate, a matéria prima do chimarrão.

A nossa próxima parada foi no Museu Fioreze, pertencente ao Sr. Nelson Fioreze, um italiano que desde criança coleciona os mais diversos objetos. De forma humorada, ele conduz os visitantes ao museu contando a história de algumas relíquias.

O nosso passeio terminou com o café colonial da Família Foss. Provamos pães caseiros quentinhos, geleias de frutas, manteiga, salames, queijos e muitas outras delícias ao som de músicas típicas italianas. Depois de nos divertirmos cantando e dançando La Bella Polenta iniciamos a nossa viagem de volta para Gramado.

 

Ao chegar no meu hotel tomei um banho rápido e segui para o Hollywood Dream Cars.

O museu foi inaugurado em julho de 1997 e é parada obrigatória para os amantes de carros antigos que visitam a cidade de Gramado.

Nele estão reunidos carros das décadas de 20, 30, 40, 50 e 60, clássicos que marcaram a história da indústria automobilística e do cinema.

O museu tem dois andares, o primeiro andar com carros dos anos 50 e 60 e o subsolo com os carros mais antigos.

Em seguida visitei o salão Super Carros, um espaço que reúne diversas super máquinas disponíveis para dar um passeio pelas ruas de Gramado.

Depois de tirar muitas fotos dos carros escolhi um passeio na BMW M3. Enquanto estava agendando o meu passeio o atendente me ofereceu a Ferrari 458 Itália. É claro que não pensei duas vezes para aceitar a oferta. Enquanto aguardava a minha vez aproveitei para tirar algumas fotos na Ferrari F1.

Alguns minutos depois fui chamado para o meu passeio co ma Ferrari 458 Itália. O percurso de 5,5 km foi percorrido em poucos minutos mas posso dizer que o passeio foi emocionante.

Enquanto escolhia as fotos que tirei na Ferrari F1 ganhei um passeio no Porsche Cayman. Como a fila de espera estava muito grande troquei pelo passeio no Corvette C06 Targa

Foi muito emocionante e divertido. Em seguida retornei para o meu hotel.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Férias em Gramado 2018 4º dia

A primeira parada do nosso passeio foi no Alpen Park, um parque de diversões localizado na cidade de Canela. Das atrações disponíveis escolhi três: Cinema 4D, Alpen Interactive e Alpen Race.

Primeiramente fui no Cinema 4D. Trata-se de uma sala de cinema que mistura tecnologias que proporcionam uma aventura inesquecível. Os projetores criam vários efeitos durante o filme de cerca de vinte minutos.

A atração seguinte foi o Alpen Race, que simula uma corrida com carros de F1, F3 e Stock Car. A corrida tem cerca de cinco minutos de duração.

A terceira e última atração foi o O Alpen Interactive , um equipamento em formato de um videogame em grandes proporções, que convida os participantes a entrarem no jogo para uma competição.

O jogo consistia em seguir as ordens do xerife da cidade e perseguir os bandidos. no final aparece a pontuação de cada um dos participantes.

 

Depois de nos divertirmos bastante seguimos em direção a Igreja de Nossa Senhora de Lourdes, localizada em Canela e mais conhecida como Igreja de Pedra. É uma das grandes atrações da Serra Gaúcha.

 

 

Depois de contemplarmos a beleza desta igreja fizemos um intervalo para o almoço. Para a tarde estavam previstas mais duas visitas.

A primeira parada depois do almoço foi no Vale dos Dinossauros, um parque temático inspirado no filme de Steven Spielberg.

Após pagarmos a nossa entrada embarcamos no microssauro, um microônibus totalmente temático, que nos levou até o Vale.

Chegando lá os visitantes podem escolher por onde começar entre dois circuitos. Tudo fica em meio à mata nativa.

Placas explicativas na frente de cada dinossauro contam sobre seu estilo de vida, hábitos alimentares, onde viviam e outras informações.

O animais chegam até 10 metros de altura, são animados, podendo mover-se e emitir sons a qualquer momento, o que acaba rendendo algumas surpresas.

O passeio pode durar entre trinta minutos e uma hora dependendo da animação dos visitantes.

A próxima parada do nosso passeio foi o Castelinho Caracol, uma das primeiras residências do município de Canela. Foi construído no inicio do Século XX, entre 1913 e 1915, por Pedro Carlos Franzen casado com Luiza Sommer.

A residência foi construída em madeira de araucária, pinheiro típico da região com sistema de encaixes e parafusos, sem o uso de pregos. A madeira recebeu um tratamento de imersão, durante 6 meses, na água do Arroio Caracol; tratamento biológico para, após, ser serrada e secar naturalmente, na sombra, para se tornar duradoura.

Com dezoito ambientes, no primeiro pavimento encontram-se quartos, sala de jantar, sala de música, o banheiro e a cozinha. No segundo pavimento o destaque fica para o quarto de costura, onde as filhas de Pedro e Luiza Franzem faziam os vestidos, costuravam as capas das cobertas de pena.

As penas para a confecção de travesseiros e cobertas secavam na torre, também no pavimento superior, onde se tem uma vista de180º para o vasto verde do entorno.

O Castelinho Caracol, preserva móveis e utensílios da época de seus moradores, as paredes intactas, mesmo com o passar do tempo  mostram que a construção é resultado de técnica, conhecimento e beleza.

Está aberto para visitação desde 1985. Os visitantes podem testemunhar o modo de vida dos descendentes de imigrantes alemães. Também é possível vislumbrar a mata nativa, a primeira casa da família antes do Castelinho ser concluído, a serraria onde Pedro Franzen trabalhava, os galpões, o Armazém dos Serradores, um verdadeiro retorno ao passado!

Depois desta fascinante viagem no tempo iniciamos a nossa viagem de volta para Gramado. O ônibus deixou cada um dos integrantes do grupo nos seus respectivos hotéis.

Ao chegar no meu quarto no hotel guardei as minhas coisas, tomei um banho e fui visitar o Salão Super Carros, um espaço que reúne diversos modelos de carros expostos e disponíveis para pilotar ou ir de carona.

Tirei fotos dos carros expostos e fui agendar o meu passeio. Escolhi a BMW M3 mas o atendente me ofereceu um passeio na Ferrari 458 Itália pela metade preço original.

O percurso tinha cerca de 5,5 km e o passeio foi muito emocionante.

 

 

 

 

 

 

 

Enquanto escolhia as fotos que tirei na Ferrari F2013 ganhei um passeio no Porsche Cayman. Como a fila de espera estava muito grande troquei por um passeio no Corvette C06 Targa.

Sem dúvida foi um passeio muito emocionante. Em seguida retornei para o meu hotel.

 

Férias em Gramado 2018 3º dia

O terceiro dia de férias começou logo cedo, pois às sete horas chegaria o ônibus da CVC me buscar para o passeio. Junto comigo foram várias pessoas que estavam no mesmo hotel.

Seguimos rumo a cidade de Carlos Barbosa onde visitamos a loja de varejo da Tramontina. Ela conta com uma grande linha de produtos voltados para o lar.

Como estávamos em um grupo grande fomos beneficiados com 20% de desconto e a possibilidade de parcelar o valor da compra.

Atravessando a rua conhecemos a Fetina de Formaio, uma loja que vende diversos produtos coloniais tais como queijos, salames, geléias, entre outros produtos da Serra Gaúcha.

Dali seguimos para a estação de trem onde embarcaríamos na Maria Fumaça. Foi uma viagem muito divertida com várias apresentações de artistas. A primeira parada do trem foi na estação de Garibaldi. Tivemos a oportunidade de degustar espumante e suco de uva.

Depois de alguns instantes continuamos a nossa viagem rumo a cidade de Bento Gonçalves. Chegando na estação degustamos vinho e suco de uva.

A próxima parada do nosso passeio foi o almoço. Para o período da tarde tínhamos na nossa programação uma visita na Vinícola Aurora e no Parque Temático Epopéia Italiana.

Chegando na Vinícola Aurora fomos direcionados para uma sala onde assistimos uma breve apresentação sobre a história da Aurora e com depoimentos de alguns produtores de uva. Depois seguimos para um passeio onde tivemos a oportunidade de conhecer uma parte do processo de produção dos vinhos.

A nossa visita terminou na loja onde são comercializados os mais diversos produtos da Aurora.

A última parada do nosso passeio foi no Parque Temático Epopeia Italiana. Ele possui vários cenários que contam a história de um casal de imigrantes italianos que passaram várias dificuldades ao chegar ao Brasil e, após muito sacrifício  e esforço, conseguiram prosperar em nossas terras.

Durante a apresentação, deixamos de ser meros espectadores e nos tornamos parte da história, interagindo com o personagem pelos cenários que são réplicas do passado.

O passeio terminou com a degustação de vinho, suco de uva e biscoito colonial.  Foi uma experiência muito interessante e emocionante. Em seguida iniciamos a nossa viagem de retorno para a cidade de Gramado.

Cheguei no meu hotel pouco antes das sete horas da noite.

 

 

Férias em Gramado 2018 2º dia

Acordei cedo e fui logo para o café da manhã. Depois de provar um pouco de cada uma das delícias  disponíveis.  Em seguida retornei para o meu quarto e preparei o que levaria para o passeio.

Cerca de meia hora antes do combinado fui para a recepção do  hotel  aguardar o ônibus da CVC. Aproveitei para caminhar um pouco até a chegada do ônibus.

O grupo de turistas era formado por pessoas das mais diversas partes do Brasil. A primeira parada do nosso passeio foi no Museu de Pedras Preciosas.

Ele conta com uma grande exposição de pedras preciosas como: ágatas, ametistas, opalas entre outros tipos de pedras brasileiras e de outros países, pedras brutas e lapidadas.

Na loja os visitantes tiveram a oportunidade de adquirir jóias, peças de decoração e lembranças.

 

Em seguida visitamos a Prawer Chocolates onde tivemos a oportunidade de conhecer a linha de produção de chocolate artesanal e ao final pudemos comprar os mais diversos tipos de chocolate.

 

A terceira parada do nosso passeio foi no Mundo a Vapor. Trata-se de um parque temático localizado na cidade de Canela no Rio Grande do Sul. No parque os visitantes encontram miniaturas de uma fabrica de papel, de uma olaria, de uma ferraria, entre outras.

Dali seguimos para o Parque Estadual do Caracol, localizado em Canela. Conta com matas fechadas nas suas proximidades. A cascata é formada pelo Arroio do Caracol que despenca em queda livre de 131 metros proporcionando um espetáculo de beleza incrível.

 

A nossa próxima visita foi no Mini Mundo, um parque em miniatura localizado em Gramado. Surgiu em 1981 quando um pai e um avô, que resolveram presentear suas duas crianças, a menina com uma casinha de bonecas e o menino com um conjunto de castelos com trenzinhos, em uma pequena área de lazer, ao lado do Hotel Ritta Röppner, pertencente à família. Aos poucos, essa pequena brincadeira foi crescendo, até que em 1983 ela foi aberta ao público com a inauguração do Mini Mundo.

No Mini Mundo os visitantes encontram importantes obras da humanidade, tais como castelos europeus, prefeituras, estações ferroviárias, igrejas, aeroporto, metrô, navios, etc. e uma população de cerca de três mil habitantes.

 

Depois de uma pausa para o almoço seguimos em direção ao Lago Negro, situado em Gramado. O parque possui uma área de 89.336 metros quadrados. O lago tem uma área de 17.470 metros quadrados e uma profundidade máxima de 14 metros.

O local em que o lago se encontra atualmente foi destruído por um incêndio no ano de 1942 e Leopoldo Rosenfeld iniciou seu reflorestamento e a construção da barragem do lago em 1953, procurando semelhança com os lagos da Europa. As mudas de pinheiros que o margeiam foram trazidas da Floresta Negra, em alemão Der Schwarzwald, localizada no sudoeste da Alemanha.

O parque conta com  passeio de pedalinhos (de 8:30 às 19:00), bar, restaurante e loja de conveniências. Contornado o lago há uma pista de caminhada com cerca de 800 metros.

A última parada do nosso passeio foi no Museu de Cera e o Harley Motor Show. No museu de cera encontramos diversas personalidades do cinema, da música, do esporte e da política com as quais era possível tirar fotos.

O Harley Motor Show é um bar / museu que homenageia a lendária marca de motocicletas. Conta com uma cenografia que remete as cassinos de Las Vegas e cerca de trinta motos raras.

Enfim, o passeio foi muito interessante e emocionante.

 

 

Férias em Gramado 2018 1º dia

O voo entre Curitiba e Porto Alegre foi tranquilo. Chegando no aeroporto da capital gaúcha uma funcionária da CVC estava me aguardando.

Alguns minutos depois embarquei em um ônibus rumo a cidade de Gramado. Durante a viagem de cerca de duas horas a guia Noeli passou várias informações importantes a respeito dos passeios.

Chegando no meu hotel me acomodei no meu quarto e fui almoçar. Em seguida fui caminhar na pista de cerca de 450 metros. A primeira volta foi lenta para conhecer as características do percurso.

Percorri 1.5o00 metros no sentido horário e outros 1.500 no sentido anti-horário. Gostei da pista nos dois sentidos pois é muito desafiadora.

Retornei para o meu quarto e tomei um banho relaxante. Tirei uma soneca de cerca de meia hora e depois fui visitar o Museu de Cera Dreamland.

Já tinha visitado o Museu em 2015 e conhecia a maioria dos personagens. Entre as novidades posso citar a Marilyn Monroe, a Nicole Kidman e os Beatles.

 

 

 

 

 

 

 

 

Marilyn Monroe

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Nicole Kidman
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Beatles

 

Tirei várias fotos durante o tempo em que permaneci no Museu. Aproveitei para fazer a minha mão de cera em uma posição em que é possível apoiar o celular.

Retornei para o meu hotel, jantei e depois fui dormir, pois a saída para o passeio do dia seguinte estava prevista para às 8:15.

 

Férias em MG – Parte 7

24/09 – Sétimo Dia

As férias em Minas Gerais terminaram, chegou o momento de voltar para casa. Acordei cedo e fui logo aproveitar pela última vez as inúmeras delícias do café da manhã.

Ao retornar para o meu quarto revisei a mala e a mochila. Depois de tudo conferido fiquei assistindo um documentário na TV até por volta das onze horas.

Fui até a recepção e fechei a minha conta. Faltando dez minutos para o meio dia chegou o motorista que me levaria até o Aeroporto de Confins. Durante o trajeto fomos conversando a respeito dos passeios que fiz ao longo da semana. Chegando no aeroporto fui logo até o balcão da Avianca despachar a minha mala. Lá tomei conhecimento que  minha mala tinha excedido o peso.

Efetuei o pagamento do valor correspondente e me dirigi até o local de embarque. O avião saiu do portão de embarque às 15:01 e decolou às 15:13. Pousou as 16:11 em Guarulhos e chegou ao portão de desembarque às 16:22.

 O avião deixou o portão de embarque às 17:23 e decolou às 17:26. O pouso no Aeroporto Afonso Pena ocorreu às 18:01 e às 18:05 o avião chegou ao portão de desembarque.

Mais alguns minutos e cheguei até o local onde estava a minha mala. Cheguei em casa por volta das 18:50. Ao abrir o portão me deparei com o Shadow todo contente com a minha chegada.

 

 

 

 

 

 

 

 

Férias em MG – Parte 6

23/09 – Sexto Dia

Como não tinha nenhum passeio programado para o sábado dormi até mais tarde. Após o café da manhã fui até a Praça da Liberdade. Caminhei durante cerca de vinte minutos e depois entrei no Memorial de Minas Gerais.

Fui direto para a sala dedicada ao poeta Carlos Drummond de Andrade. Ali é possível ouvir o próprio Drummond declamando os seus poemas. Permaneci ali por alguns minutos ouvindo o poema José.

E agora, José?
A festa acabou,
a luz apagou,
o povo sumiu,
a noite esfriou,
e agora, José?
e agora, Você?
Você que é sem nome,
que zomba dos outros,
Você que faz versos,
que ama, protesta?
e agora, José?

Está sem mulher,
está sem discurso,
está sem carinho,
já não pode beber,
já não pode fumar,
cuspir já não pode,
a noite esfriou,
o dia não veio,
o bonde não veio,
o riso não veio,
não veio a utopia
e tudo acabou
e tudo fugiu
e tudo mofou,
e agora, José?

E agora, José?

 

Saindo dali passei por outras salas até chegar aquela dedicada a Inconfidência Mineira. A sala possui  TVs onde aparecem os personagens da Inconfidência: Joaquim Silvério dos Reis, Conde de Assumar, Cláudio Manuel da Costa, Tomás Antonio Gonzaga, Marília de Dirceu, Alvarenga Peixoto, Bárbara Heliodora, Tiradentes,  Padre Rolim, Padre Toledo, Escravo Alexandre.

Joaquim Silvério dos Reis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Conde de Assumar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cláudio Manuel da Costa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tomás Antonio Gonzaga

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Marília de Dirceu

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Alvarenga Peixoto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bárbara Heliodora

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tiradentes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Padre Toledo, Padre Rolim e Escravo Alexandre

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nesta sala os personagens da Inconfidência Mineira apresentam a história desta revolução de forma lúdica e surpreendente.

 

 

 

 

 

 

Saindo do Memorial segui para o Mercado Central onde fiz algumas compras.  Depois de pouco mais de uma hora retornei para o hotel. Agora o meu grande desafio era acomodar todas aquelas compras na mala.

 

 

 

Férias em MG – Parte 5

22/09 – Quinto Dia

A programação da sexta-feira era o passeio para as cidades de São João Del Rei e Tiradentes. A expectativa era muito grande pois em 2016 não tive a oportunidade de conhecer estas cidades históricas.

Depois de uma longa viagem chegamos em São João Del Rei, distante cerca de 183 km de Belo Horizonte. Em um primeiro momento conhecemos a Igreja de São Francisco de Assis, fundada pela Venerável Ordem Terceira de São Francisco de Assis.

A igreja é um dos principais marcos da arte colonial brasileira, tornando-se famosa pela beleza de sua arquitetura, pela riqueza de sua talha e pela participação nas obras do mestre Aleijadinho, autor do projeto, mais tarde modificado por Francisco Cerqueira.

Devido à sua importância, a igreja foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional -IPHAN junto com todo o seu acervo.

Igreja de São Francisco de Assis

Atrás da igreja está localizado o Cemitério da Ordem Terceira de São Francisco, onde visitamos o túmulo de Tancredo Neves (04/03/1910 – 21/04/1985) e sua esposa Dona Risoleta Neves (20/07/1917 – 21/09/2003).

Em seguida caminhamos até a Matriz de Nossa Senhora do Pilar. É um grande representante da arte colonial brasileira, contendo rica decoração em talha dourada, pinturas e estatuária, sendo tombada pelo IPHAN. Nesta igreja não é permitido tirar fotos.

Depois fomos até a Igreja de Nossa Senhora do Rosário. Como ela estava fechada não pudemos conhecer o seu interior. Perto dali está localizado o Solar dos Neves, casarão que pertence à família Neves.

Foi a residência do presidente Tancredo de Almeida Neves entre os anos de 1957 e 1985. Depois, a esposa dele, Risoleta Guimarães Tolentino Neves, utilizou-se do casarão até a sua morte, no ano de 2003. Atualmente é utilizado como residência do neto Aécio Neves em suas visitas à cidade. 

Solar dos Neves

Permanecemos algum tempo admirando a beleza das casas. Foi então que percebemos que a poucos metros dali uma pessoas acenava para nós numa das sacadas.

Tratava-se de uma religiosa de 84 anos e que nos contou que se chamava Irmã Maria Helena e era filha do Dr. Paulo de Almeida Lustosa, um dentista que desenvolveu um medicamento para aliviar as dores de dente.

Depois de alguns minutos de conversa ela nos abençoou e se recolheu para o interior da casa. Sem dúvida este foi um dos momentos mais gratificantes do nosso passeio.

Solar da Família Lustosa

Algum tempo depois seguimos para o nosso almoço que seria em um restaurante localizado no caminho entre São João Del Rei e Tiradentes. Durante cerca de uma hora apreciamos a boa cozinha mineira.

Chegando em Tiradentes primeiramente visitamos a Igreja Matriz de Santo Antônio, construída em 1710 é a segunda igreja em ouro do Brasil. No seu interior há um órgão datado de 1788, considerado um dos quinze mais importantes do mundo.

Igreja Matriz de Santo Antônio

Em nossa caminhada pela cidade de Tiradentes conhecemos o monumento em homenagem a Tiradentes e passamos em frente a casa em que morou Padre Toledo, um dos cabeças da Inconfidência Mineira. Foi um dos locais onde se conspirou em 1789.

Alferes Joaquim José da Silva Xavier

Também visitamos o Chafariz São José, construído em 1749 para abastecer a então vila com água potável, também era utilizado para lavagem de roupa e para bebedouro de animais, principalmente cavalos.

Por volta das quatro e meia da tarde fomos até a estação do trem de onde partiríamos para um passeio até São João Del Rei. Exatamente às cinco horas a Maria Fumaça nº 41 partiu para uma viagem de cinquenta minutos.

Maria Fumaça

Durante o caminho fomos brindados com um belo pôr do sol. Na chegada em São João Del Rei fomos recepcionados pelos moradores locais que acenavam diante da passagem do trem.

Tão logo desembarcamos nos dirigimos até o local onde estava o ônibus que nos levaria de volta a Belo Horizonte. No caminho fizemos uma parada em um local chamado Café com Prosa.

Após fazer o meu lanche fui conversar com o proprietário do estabelecimento. Logo uma cachorra se aproximou de mim. O dono contou que ela tinha sido abandonada ali há alguns anos.

Então agachei e comecei a agradar ela. Em pouco tempo ela retribuiu o meu carinho com uma lambida. Antes de me despedir tirei uma foto.

 

 

 

 

 

 

 

A viagem de ida e volta foi cansativa mas o passeio foi muito gratificante.

Férias em MG – Parte 4

21/09 – Quarto Dia

O meu quarto dia em Belo Horizonte foi dedicado a uma visita a Praça da Liberdade.

Praça da Liberdade

Caminhei durante cerca de vinte minutos e depois me dirigi ao CCBB – Centro Cultural Banco do Brasil.

O prédio que abriga o CCBB na Praça da Liberdade teve sua construção iniciada em 1926. Foi projetado para ser a sede da  então Secretaria de Segurança e Assistência Pública. No entanto, a Secretaria foi extinta justamente na data de inauguração do prédio, no dia 7 de setembro de 1930. Pouco tempo depois, a sede da Secretaria do Interior, que anexara a Segurança e Assistência Pública, foi transformada no Comando Geral das Forças Revolucionárias, durante a Revolução de 1930.

Mais recentemente, o local abrigava a Secretaria da Defesa Social e a Procuradoria Geral do Estado. Em agosto de 2009 iniciaram as obras de restauração e adaptação do prédio onde funcionaria o CCBB Belo Horizonte, inaugurado em 27 de agosto de 2013.

Visitei a mostra “Trópikos, Anotações Sobre o Entorno e a Pessoa”, do artista plástico Chico Amaral.

Na sequencia visitei o Memorial de Minas Gerais, criado pela Vale em parceria com o Governo De Minas Gerais, por meio da Fundação Vale. O Memorial é dividido em três andares e não há uma sequencia determinada para percorrer as  31 salas. Os visitantes descobrem a história e os costumes mineiros do século XVIII até os dias atuais.

Particularmente gostei da sala dedicada ao poeta Carlos Drummond de Andrade e a sala dedicada a Inconfidência Mineira.

Ao lado do Memorial está localizado o Museu das Minas e do Metal, o qual abriga importante acervo sobre mineração e metalurgia, documentando duas das principais atividades econômicas de Minas Gerais.

O museu atualmente é mantido pela GERDAU e utiliza a tecnologia de forma lúdica e criativa para apresentar esse fascinante universo dos metais, dos minerais e seus componentes. Em 18 salas, estão instaladas 44 atrações sobre o tema.

Ao todo foram pouco mais de três horas de visita.  Dali segui para o Mercado Central onde fiz algumas compras e em seguida retornei para o meu hotel.