Corrida Coronel Sarmento – PMPR

Corrida Coronel Sarmento – PMPR

A corrida deste domingo teve como local de largada o Quartel General  da Polícia Militar do Paraná. O nome da prova é uma homenagem ao Patrono da PMPR. No pátio do quartel estava monta toda uma estrutura para receber os corredores. Também estavam disponíveis brinquedos para as crianças.

A largada dos corredores de 5 e 10 KM aconteceu em momentos distintos. Sendo assim o pessoal de 5 KM saiu antes, mas logo adiante aconteceu uma confusão, pois os corredores não dobraram a primeiro a direita, seguiram em frente e dobraram a esquerda. De repente vi um pessoal vindo em sentido contrário, pois tinham pego o caminho errado.

Portanto era sabido que teríamos alguns metros a mais na distância final. Apesar desta confusão inicial corri num ritmo forte, pois acompanhei por cerca de trezentos metros um soldado do BOPE. Entre os corredores haviam vários militares correndo fardados (camiseta, calça e coturno).

A minha expectativa era saber quantos metros foram adicionados por conta do problema na largada. Ao passar pela marca do primeiro quilômetro notei que o meu Adidas SmartRun registrava uma distância de 1,4 KM.

Procurei me controlar no trecho a seguir, chegando a alternar o trote com a corrida. Por alguns momentos tive a oportunidade de acompanhar uma jovem que estava fazendo a sua primeira corrida. Aproveitei e lhe passei algumas dicas para serem usadas durante a corrida.

Logo depois da placa dos 4 KM sabia que dali em diante o trecho era de descida e poderia acelerar. Uma reta de cerca de 700 metros. A música que me guiaria até o final era Sultans of Swing do Dire Straits.

Fui acelerando aos poucos e fazendo ultrapassagens. Ao chegar perto do que seria a marca dos 100 metros finais respirei fundo e acelerei ao máximo. Mais tarde verificando a minha telemetria percebi que iniciei com a velocidade de 11,5 KM/H e cruzei a linha de chegada com 16,2 KM/H.

Depois de pegar medalha, água, fruta e isotônico me dirigi até onde estava estacionado o discreto veículo do Batalhão de Choque da PM. Também estava presente a equipe do Esquadrão Antibombas mostrando o seu equipamento.

Após a corrida não costumo ver qual foi o meu tempo, pois prefiro analisar com calma em casa o meu desempenho em cada quilômetro. Hoje consegui o meu melhor tempo do ano: 34 min 31 seg. Fiquei bem perto do meu recorde pessoal que é de 34 min 20 seg.

Depois de correr três domingos seguidos farei uma pausa. A próxima prova será no final de agosto.

Norman Bitner

Nascido em Curitiba - PR. Administrador, bancário, atleticano, corredor de rua, canhoto.