4ª CORRIDA DO FOGO

No domingo tive a oportunidade de participar da quarta edição da Corrida do Fogo, em comemoração ao aniversário de 107 anos do Corpo de Bombeiros do Paraná.

A novidade ficou por conta do novo percurso, muito diferente daquele dos anos anteriores. Desta vez a largada foi no 1º Grupamento do Corpo de Bombeiros – Posto Portão.

Cheguei com bastante antecedência no local e me deparei com a viatura AUTO ESCADA MECÂNICA – AEM com a bandeira do Brasil.

A possibilidade de chuva gerou uma certa preocupação. Mas apesar do céu cinzento a temperatura estava agradável para correr. Sabia que seria difícil bater o meu recorde pessoal de 01:10:46, na 1ª Corrida do Fogo.

A minha estratégia era manter um ritmo confortável e aproveitar as descidas do percurso. Cheguei na marca dos 5 km com o tempo de 35:03.

No entanto, a segunda parte da corrida foi complicada e a possibilidade de recorde foi ficando cada vez mais longe. Perto da marca dos 8 KM começaram a cair os primeiros pingos de chuva.

Um pouco mais adiante a chuva ficou mais forte. Naquele momento a minha segurança era mais importante do que qualquer outra coisa. O asfalto molhado e as inúmeras poças d’água tornaram o último quilômetro muito perigoso.

A minha segurança era muito mais importante do que o recorde. Segui adiante com um ritmo mais lento. O objetivo era terminar antes de 1:20.

Segui em um ritmo lento até pouco menos de cinquenta metros da chegada, quando então acelerei as minhas passadas. Completei a prova com o tempo de 1:18:23.

Fiquei muito contente por ter encontrado muitas pessoas com energia positiva e ter completado mais uma corrida.

Com esta corrida cheguei na marca de 740 KM no ano. Estou cada vez mais perto do meu objetivo de 800 KM.

O meu próximo desafio será a prova de 10 KM na Etapa Florianópolis do Circuito Banco do Brasil.