Férias

Férias em Brasília – Dia 5

Hoje foi dia de visitar o Catetinho.

O Catetinho foi a primeira residência oficial do presidente do Brasil, Juscelino Kubitschek, durante a construção do novo Distrito Federal. O projeto temporário foi desenvolvido durante dez dias (entre 22 e 31 de outubro de 1956) para que a equipe do presidente e diretores da Novacap pudessem realizar suas reuniões enquanto Brasília estava em obras.

Denominado inicialmente como “Palácio das Tábuas”, a nomenclatura foi alterada para Catetinho pelo violonista Dilermando Reis, inspirado no Palácio do Catete, até então residência oficial do Governo Federal, no Rio de Janeiro, desde o Século XIX.

Arquitetado por Oscar Niemeyer  o projeto foi inaugurado em 10 de novembro de 1956 com a presença de JK que, posteriormente, daria aval para que o Catetinho estivesse sob cuidados do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Três anos mais tarde, o presidente e o ministro da educação, Clóvis Salgado da Gama, anunciaram o tombamento histórico pelo IPHAN.

O Catetinho encontra-se numa Área de Preservação Ambiental (APA), seu entorno é preservado em fauna e flora com presença de mata de galeria no entorno da nascente e cerrado em sentido restrito nas demais áreas. 

Por ser uma APA, é proibida a entrada de animais domésticos nas dependências do museu, inclusive na área externa e é comum encontrar animais silvestres em seus jardins, como coruja buraqueira; tatu-bola; macaco-prego; ouriço-cacheiro; bugio-preto e outros.

O acervo do Museu contém objetos pessoais de Juscelino Kubitschek, como livros e roupas.

O violão do compositor Dilermando Reis, responsável pela origem à nomenclatura da obra, também se encontra na antiga residência presidencial, outros objetos de época compõem os cenários, como mobília e louças do Brasília Palace Hotel, malas antigas, lamparinas, garrafas da já extinta e antiga aguardente Pirassununga.

A sala de despachos foi toda remontada com objetos móveis de meados da década de 50 e objetos pessoais de Juscelino.

Tive a oportunidade de compartilhar a minha visita com um grupo de alunos do Ensino fundamental.

Norman Bitner
Nascido em Curitiba - PR. Administrador, bancário, atleticano, corredor de rua, canhoto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.