TÚNEL DO TEMPO: CIRCUITO DAS ESTAÇÕES INVERNO 2016

TÚNEL DO TEMPO: CIRCUITO DAS ESTAÇÕES INVERNO 2016

O dia dez de junho de 2016 foi marcado pela segunda etapa do Circuito das Estações em Curitiba. Como estava em fase de recuperação de uma fratura resultante de uma queda no final de março a minha maior preocupação era a de correr sem sentir dores no braço.

A largada aconteceu às 7:00 horas com os corredores divididos em blocos de acordo com o seu ritmo. Larguei com muita tranquilidade e realizei algumas ultrapassagens. Consegui manter um bom ritmo ao longo de dois quilômetros, como estava sem informações como distância percorrida, ritmo e batimento cardíaco preferi trotar um pouco durante todo o terceiro quilômetro.

Assim que passei pela placa dos 3 KM retomei o meu ritmo de corrida e fui controlando nos quilômetros seguintes. Alternei o trote com a caminhada com o intuito de recuperar as energias.

Voltei a correr e procurei me manter próximo de quem estava na minha frente, pois pretendia iniciar as ultrapassagens antes da metade do último quilômetro. Tive que fazer uma parada rápida para amarrar o tênis mas consegui me recuperar.

Cheguei no portão do Jockey Clube com uma distância segura. Como o trecho até a chegada é todo esburacado não acelerei muito. Fiquei contente por ter feito a corrida sem sentir dores no braço, completei os dez quilômetros em 1 hora, 15 minutos e 16 segundos, o meu novo recorde para os 10 KM.