Corrida na chuva

Corrida na chuva

Neste domingo aconteceu em Curitiba a 1ª Corrida Solidária Provopar Estadual e Bptran. Logo que acordei às cinco horas da manhã percebi que estava chovendo e fiquei preocupado com a realização do evento. Mesmo assim segui com a minha rotina normal dos dias em que vou participar de uma corrida.

A chuva deu uma trégua algum tempo depois mas voltou a cair por volta das 6:30 quando saí de casa rumo ao local da largada. Chegando lá percebi uma chuva fraca apesar das muitas nuvens escuras no céu. Sem dúvida a preocupação era em relação ao momento da largada que estava prevista para às 8:10 horas.

Durante todo o tempo procurei me manter calmo e aproveitei para ver as motos do Bptran que estavam em exposição, além da equipe do Esquadrão Anti-bombas do BOPE. Notei um cão sentado ao lado de um soldado e me aproximei.

Tratava-se de um beagle de três anos chamado Marley. Comecei a agradar e ele correspondeu com lambidas na minha mão. Fiquei ali alguns minutos conversando com o soldado que estava com Marley.

Em seguida me afastei e iniciei a minha concentração para o início da prova. Me mantive clamo e aguardei pelo momento da largada apesar da expectativa em torno da chuva. A única certeza era que em algum momento da prova ela estaria presente.

Antes mesmo da marca do primeiro quilômetro começou uma chuva forte. Muitos corredores preferiram aumentar o seu ritmo mas eu escolhi manter um ritmo seguro tomando cuidado com as inúmeras poças d’água.

Nos momentos em que a chuva deu uma trégua tive a oportunidade de correr um pouco mais e realizar algumas ultrapassagens.  Mas a segurança estava sempre em primeiro lugar. Desta forma segui até o final da prova.

Ao cruzar a linha de chegada travei o cronômetro mas não me preocupei em ver qual tinha sido o tempo decorrido para completar o percurso. Depois que cheguei em casa tomei um bom banho quente e então passei a analisar as minhas parciais da corrida.

Foi então que para a minha enorme surpresa verifiquei que completei os dez quilômetros em uma hora, dezesseis minutos e dez segundos, o meu novo recorde pessoal.