Cinco anos de corridas de rua – Final

Certo dia estava atualizando a planilha onde registro várias informações sobre as minhas corridas e vi que no dia cinco de agosto de 2012 participei da minha primeira corrida.

Pois é, há cinco anos eu dava as minhas primeiras passadas no emocionante e fascinante mundo das corridas. Neste período tive a oportunidade de participar de várias corridas, viver emoções, reencontrar pessoas que não via há muitos anos e formar novas amizades.

No mês de julho participei de três provas. A primeira delas foi a Etapa Inverno do Circuito das Estações. Sem dúvida o principal pensamento que passava pela minha cabeça era como iria me comportar quando passasse pela placa dos 5 km.

Decidi que não iria prestar atenção nas placas e segui no meu ritmo.  a primeira placa que eu vi foi a que marcava os 8 km. Já estava próximo do final e comecei a acelerar as minhas passadas. completei os 10 km em 1 hora, 17 min e 37 seg.

A corrida seguinte foi a de 5 km da Track&Field Pátio Batel. Segui num ritmo tranquilo e percorri os 5km em 37 minutos.

No final de julho participei de uma das corridas mais esperadas: a Corrida de Santos Dumont. Nesta prova a largada e a chegada são na pista de pouso do Aeroporto do Bacacheri.

Por se tratar de uma corrida noturna com cerca de cinco mil participantes procurei uma boa posição para largar com cuidado. No ano passado corri a prova de 10 km e em 2017 escolhi os 5 km. Procurei manter a calma mas fui logo procurando espaço para desenvolver um bom ritmo.

Sabia que deveria aproveitar o primeiro quilômetro pois a maior parte do percurso usaria a pista do aeroporto. A iluminação se limitava às lanternas dos corredores que estavam na minha frente. Mantive um ritmo confortável e fui controlando a distância que faltava para o término da prova.

Ao passar pela marca dos 4 km passei a acelerar as minhas passadas e fiz algumas ultrapassagens. Quando fiz a última curva me preparei para a minha arrancada. Olhei para o pórtico da chegada e escolhi o caminho que iria percorrer. Apesar de ter tido alguns problemas no último quilômetro terminei a corrida bem fisicamente.

Para a minha grande surpresa o meu tempo de 34:35 ficou bem próximo do meu recorde pessoal dos 5 km. Fiquei um pouco chateado por não ter batido a minha marca por poucos segundos mas fiquei contente por ter conseguido o meu melhor tempo em corridas noturnas.

Agradeço a todas aquelas pessoas que sempre me incentivaram seja correndo ao meu lado ou torcendo por mim. Muito obrigado pela enorme energia positiva que vocês me transmitiram durante estes cinco anos.