Data significativa

Data significativa

O dia dezoito de março representou uma data significativa. Há quatro anos e seis meses eu dava os meus primeiros passos na minha carreira de corredor. Tudo começou com uma caminhada nas ruas próximas da minha casa, afinal de contas até então eu era sedentário.

Aos poucos o condicionamento físico foi melhorando e o ritmo das passadas passou a ser mais rápido. Algum tempo depois já estava correndo. Foi então que resolvi me inscrever na Corrida e Caminhada da Esperança, realizada em agosto de 2012.

Por ser a minha primeira corrida de rua não tinha nenhum parâmetro de tempo para a conclusão do percurso de cinco quilômetros.  Terminei a prova em 39 minutos e 51 segundos. Assim iniciou a minha coleção de medalhas.

Na sequencia vieram muitas outras corridas com os seus percursos desafiadores. Aprendi a controlar o meu ritmo ao longo da prova e o meu tempo foi melhorando.

O tempo foi passando, os quilômetros foram se acumulando e as medalhas foram sendo posicionadas uma ao lado da outra. Tive a oportunidade de conhecer várias pessoas das mais diversas idades, formei amizades e tive o prazer de reencontrar pessoas que não via há anos.

No final de 2015 tomei a decisão de deixar a zona de conforto das corridas de cinco quilômetros. Resolvi então encarar as corridas de dez quilômetros a partir da temporada de 2016. No entanto, no mundo das corridas dez não é apenas o dobro de cinco.

Para completar o percurso de dez quilômetros é necessária uma estratégia completamente diferente daquela usada quando se corre os cinco quilômetros. É preciso saber coordenar o cérebro com as pernas.

Ao longo do ano de 2016 terei a oportunidade de participar de várias provas e me aprimorar na distância de dez quilômetros.

Norman Bitner

Nascido em Curitiba - PR. Administrador, bancário, atleticano, corredor de rua, canhoto.