Circuito das Estações 2015

Em 2015 o Circuito das Estações voltou a usar o percurso de 2013, com largada no Jockey Clube do Paraná. Cheguei cedo e fui logo pegar o meu chip. Enquanto isto o locutor avisava que corredores não inscritos não poderiam entrar no pelotão de largada.

Após colocar o chip no meu tênis me dirigi até o espaço VIP do Clube  O2. Fiz massagem, comi uma fruta e me hidratei com um copo d’água. Instantes depois encontrei algumas pessoas conhecidas com quem conversei e desejei boa sorte.

Fiz o meu aquecimento e fui para o bloco de largada. Lá notei o pessoal da organização verificando quem estava com o número de peito e o chip. A preocupação seria como largariam os corredores pipocas.

Como o terreno é esburacado do pórtico da largada até o portão do Jockey tomei muito cuidado. Cerca de duzentos metros adiante notei alguns corredores pipocas entrando na rua e passando a dividir o espaço.

Desde o início preferi me poupar para ter mais energias no último quilômetro. Sempre que havia espaço disponível aproveitava para acelerar e realizar algumas passagens. Em nenhum momento tinha o desejo de baixar o meu recorde pessoal dos cinco quilômetros.

Segui acelerando e quando cheguei na marca que indicava 400 metros para o final notei a presença do Glacymar Rodrigues incentivando o pessoal. Faltando poucos metros levantei a minha mão para cumprimentá-lo.

A marca de 100 metros para o final coincidia com o portão de entrada do Jockey. Dali até a chegada o terreno era irregular. Olhei rapidamente para os corredores que estavam na minha frente e escolhi o melhor caminho e acelerei ao máximo.

Não me preocupei com o tempo final, peguei a minha medalha e continuei caminhando. Estava mais preocupado em me hidratar, comer uma fruta e fazer alongamento.

Somente quando cheguei em casa é que fui verificar qual tinha sido o meu tempo. Completei o percurso em trinta e sete minutos e quarenta e sete segundos. Fiquei satisfeito com o tempo levando em consideração o frio no início da prova.

O meu próximo desafio será a Corrida Ecológica de Curitiba no dia dezessete. Com certeza o fato de ter corrido a prova do ano passado vai ajudar bastante.