TBT ABRIL 2015

O mês de abril de 2015 foi marcado pela minha participação na  3ª Corrida Unidos Pela Vida, realizada em prol do Hospital Infantil Pequeno Príncipe.

Larguei no final do pelotão com o intuito de evitar a tradicional confusão do momento da largada.

Alternei o trote e a caminhada e quando faltavam cerca de trezentos metros para o final acelerei as minhas passadas.

Nem me preocupei em ver em quantos minutos completei o percurso.

Depois de algum tempo notei que percorri os cinco quilômetros em trinta e sete minutos e dezesseis segundos, melhor que o tempo da corrida de 2014.

No entanto o mais importante foi ter participado de um evento de uma causa tão nobre. Além disso tive a oportunidade de reencontrar várias pessoas conhecidas.

 

TBT ABRIL 2018

Em abril de 2018 participei de duas corridas. A primeira delas foi a de 5 km do Circuito das Estações Outono.

Larguei com calma e escolhi seguir em um ritmo tranquilo, alternando o trote com a corrida, sem nenhuma preocupação com o tempo necessário para completar a prova.

Quando faltavam cerca de trezentos metros para o final ouvi nos meus fones o início de Tema da Vitória.

Acelerei o ritmo das minhas passadas. Ao entrar na reta de chegada observei atentamente os corredores que estavam no meu caminho e tracei uma linha para ultrapassá-los.

Fiquei muito contente por ter completado mais uma prova.

Duas semanas depois participei da prova de 10 km da corrida em prol do Hospital Infantil Pequeno Príncipe que atende crianças vindas das mais diversas partes do Brasil.

Em 2018 o percurso foi alterado em relação as provas realizadas nos anos anteriores.

Como já conhecia novo percurso sabia das dificuldades que enfrentaria ao longo dos dez quilômetros. Larguei com calma e segui tranquilo até encontrar um ritmo de corrida confortável.

De acordo com a cronometragem da prova terminei com o tempo de 1 hora 24 minutos 45 segundos. Um tempo bem acima do meu recorde dos 10 km , mas o importante foi ter completado mais uma prova.

TBT ABRIL 2019

Em 2019 o mês de abril foi marcado por duas corridas: a ZOO RUN e a 12ª CORRIDA E CAMINHADA DO HOSPITAL PEQUENO PRÍNCIPE.

Participei da prova de 10 km da ZOO RUN, que teve parte do seu percurso passando por dentro do Zoológico de Curitiba.

Enfim, poder estar em contato com a natureza foi uma experiência muito gratificante. Não me preocupei com o meu ritmo e aproveitei para curtir o percurso.

Quando iniciei o último quilômetro aumentei o ritmo das minhas passadas e comecei a ultrapassar quem estava no meu caminho.

Poucos metros antes da última curva ouvi alguém gritando o meu nome e me incentivando. Olhei para a chegada, respirei fundo e iniciei a minha arrancada.

Completei o percurso em 01:22:22 e fiquei muito contente com o resultado apesar das dificuldades enfrentadas.

Duas semanas depois corri a prova de 5 km da corrida do Pequeno Príncipe, hospital pediátrico referência no Brasil.

Cheguei cedo na Praça da Espanha, local da largada e chegada das provas de 5 e de 10 km. Em um primeiro momento aproveitei para fazer uma viagem no tempo. A praça tem um significado especial para mim pois no início da minha infância ia brincar ali.

Fiquei muito contente por ter participado desta corrida que marcou os 100 anos de fundação do Hospital Pequeno Príncipe.

 

Corrida Pequeno Príncipe 2018

Pelo quarto ano consecutivo participei da corrida em prol do Hospital Infantil Pequeno Príncipe que atende crianças vindas das mais diversas partes do Brasil. Em 2018 o percurso foi alterado em relação as provas realizadas nos anos anteriores.

Como já conhecia novo percurso sabia das dificuldades que enfrentaria ao longo dos dez quilômetros. Larguei com calma e segui tranquilo até encontrar um ritmo de corrida confortável.

Em nenhum momento me preocupei com o tempo que seria necessário para completar a prova. Reduzi bastante o ritmo das passadas nas passadas e acelerei um pouco nas descidas.

De acordo com a cronometragem da prova terminei com o tempo de 1 hora 24 minutos 45 segundos. Um tempo bem acima do meu recorde dos 10 km , mas o importante foi ter completado mais uma prova.

Com a corrida de hoje ultrapassei a marca dos 200 km percorridos em 2018. Atingi a marca de 209,74 km, correspondente a 34,96% da meta de 600 km.

A partir de agora as atenções estão voltadas para a Meia Maratona de Curitiba no dia seis de junho.

 

 

Cinco anos de corridas de rua – Parte 3

Para a temporada de 2014 foram definidas quinze corridas, sendo sete delas no primeiro semestre e as demais no segundo semestre.

Temporada de 2014 – 1º Semestre

A primeira prova do ano foi a Corrida do Sol realizada no início de fevereiro no mesmo percurso das provas do Circuito das Estações. Escolhi a distância de dez quilômetros mesmo sabendo que enfrentaria dificuldades.

Iniciei com tranquilidade mas como a cabeça e as pernas não estavam sincronizadas tive problemas na segunda metade da prova. Terminei os 10 km no tempo de 1 hora, 19 min e 07 seg. Devo admitir que esta minha primeira experiência não foi nem um pouco agradável.

No domingo seguinte participei da Barigui Race corrida realizada no Parque Barigui. Mantive a calma na largada e logo em seguida procurei espaço para realizar as ultrapassagens. Corri em um ritmo confortável e terminei a prova em 36 min e 21 seg.

O mês de março foi marcado por duas corridas.

A primeira delas foi a corrida beneficente Unidos pela Vida, realizada em prol do Hospital Infantil Pequeno Príncipe.

Fiquei muito tranquilo pois já conhecia o percurso. Em nenhum momento me preocupei com o ritmo de corrida e o tempo decorrido.

Segui com muita calma e completei os cinco quilômetros no tempo de 38 min e 51 seg.

 A segunda corrida de março foi a Track & Field Mueller. Por causa das características do percurso esta corrida seria um teste de resistência. Percorri o trecho de subida em um ritmo bem lento e sem a menor preocupação com o tempo decorrido.

Acelerei um pouco as minhas passadas após completar a distância de quatro quilômetros. Cruzei a linha de chegada com o tempo de 37 min e 57 seg, melhor que na prova do ano passado.

Em abril foi a vez de participar da Etapa Outono do Circuito das Estações Mizuno. Desta vez o Circuito mudou de nome e de percurso. As provas de 2014 seriam realizadas nas proximidades do campus da Universidade Positivo.

O percurso de 5 km era semelhante ao da Corrida Noturna Unimed que participei no início de 2013. Me preservei nos trechos de subida para poder desenvolver um bom ritmo no final da prova. Completei o percurso em 36 min e 01 min.

No mês de maio participei da prova de 5 km da 1/2 Maratona Ecológica de Curitiba. Não me preocupei com o percurso pois ele era conhecido. Consegui desenvolver um bom ritmo de corrida e completei a prova em 36 min e 01 seg.

Para finalizar o primeiro semestre corri a prova de 5 km da Stadium Marathon,  uma corrida em que o percurso passava por dois estádios que forma sede de jogos da Copa do Mundo: Durival Britto e Silva do Paraná Clube (1950) e Joaquim Américo Guimarães do Atlético Paranaense (1994). Foi uma prova bastante tranquila e completei o percurso em 35 min 39 seg.