No meio do caminho tinha uma pedra

“No meio do caminho tinha uma pedra” é um verso do poema “No meio do caminho” de Carlos Drummond de Andrade (31/10/1902 – 17/08/1987).

A pedra significa os obstáculos que enfrentamos no nosso caminho.

Recentemente enfrentei uma pedra no meu caminho, um cálculo que saiu do rim e desceu pelo uréter provocando fortes cólicas.

A  solução foi um procedimento chamado ureterolitotripsia cujo objetivo de fragmentar e retirar os cálculos por método endoscópico, ou seja, fazendo o caminho contrário da urina, a partir do orifício da uretra.

O cálculo foi fragmentado e removido, fiquei internado até o dia seguinte e depois fui liberado para voltar para casa.

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*