Diário de Viagem Foz do Iguaçu 3

Diário de Viagem Foz do Iguaçu 3

Para a manhã do meu terceiro dia em Foz do Iguaçu estava programada uma visita a Usina de Itaipu. Dentre os passeios disponíveis eu escolhi o Circuito Especial, que consiste em uma vista técnica pelo interior da usina.

As outras atrações são Vista Panorâmica, Iluminação da Barragem, Refúgio Biológico, Ecomuseu, Polo Astronômico e Test Drive de Veículo Elétrico.

IMG_1741

Tocando no duto da Unidade 9

Inicialmente os visitantes assistem o filme Itaipu – A nova geração, sobre a história e operação da usina.

Em seguida são dadas algumas recomendações com relação como devem se comportar durante a visita.

Não é permitido levar mochilas e/ou bolsas, elas devem ser deixadas em um guarda volumes.

São permitidos equipamentos para o registro de imagens, com relação ao vestuário os visitantes devem estar usando calça comprida ou bermuda abaixo do joelho. Não é permitido o uso de chinelos ou sapatos de salto.

Cada visitante recebe um crachá e um capacete que devem ser usados durante todo o tempo que durar a visita. O nosso grupo contava com dos guias, um para acompanhar os turistas brasileiros e outro para os estrangeiros.

Sala de Controle

Sala de Controle

A Usina de Itaipu é uma obra gigantesca, tudo impressiona pelo seu tamanho.

Um dos muitos locais visitados foi a sala de controle onde trabalha uma equipe de dez funcionários, sendo cinco brasileiros e cinco paraguaios.

A coordenação é alternada a cada seis horas entre brasileiros e paraguaios.

Em minha vida tive a oportunidade de visitar duas usinas hidrelétrticas: a Usina Governador Parigot de Souza e a Usina Governador Bento Munhoz da Rocha Netto (mais conhecida como Usina Hidrelétrica de Foz do Areia).

Portanto, tinha uma certa noção de como é uma usina por dentro. Mas nada comparável com a grandiosidade de Itaipu.

Sem dúvida um dos momentos mais impressionantes da visita foi quando tivemos a oportunidade de ficarmos frente a frente com o eixo da Unidade 13 em pleno funcionamento.

Por causa do ruído em torno de 90dB ficamos ali durante poucos minutos, tempo suficiente para tirar algumas fotos.IMG_1749

Depois de sairmos da usina retornamos para o ônibus e vistamos outras áreas de Itaipu.

Em um dos enormes jardins há várias árvores devidamente identificadas por placas.

Ao completar quinze anos de empresa ou ao se aposentar o funcionário é convidado a plantar um árvore. Na placa ficam registrados o nome do funcionário e  as datas da sua entrada e da saída da empresa.

Por se tratar de uma empresa binacional lá tudo é dividido meio a meio.

Gostei muito de conhecer o interior de Itaipu. Com certeza em uma próxima visita a Foz do Iguaçu conhecerei os outros atrativos.

 

Norman Bitner

Nascido em Curitiba - PR. Administrador, bancário, atleticano, corredor de rua, canhoto.