O último final de semana de janeiro de 2019 foi marcado pela quarta edição da  Batel Run, uma corrida que tem a largada e a chegada na Praça da Espanha em Curitiba. O local tem um significado especial para mim pois morei perto dali no início da minha infância e brinquei bastante na praça.

Cheguei no local pouco depois das seis horas da manhã. Deixei os meus pertences no guarda-volumes e aproveitei para caminhar um pouco pela praça. Ela foi reformada há algum tempo e mesmo tendo ficado diferente fiz uma viagem no tempo.

Apesar de ter corrido a prova de 10 km em 2016 e 2017 escolhi correr os 5 km em 2018. Como corri esta distância em 2015 estava tranquilo com relação ao percurso.

Faltando cerca de vinte minutos antes da largada iniciou um garoa bem fina que deixou o asfalto úmido e escorregadio. Tomei muito cuidado principalmente nas ultrapassagens.

Como era a minha segunda corrida com o Adidas Pure Boost fiquei atento ao seu comportamento quando aumentava o ritmo das passadas. Conforme já tinha percebido nos treinos e na Corrida da Ponte sempre que foi exigido o tênis respondeu prontamente.

No entanto por causa do asfalto úmido preferi correr em um ritmo conservador e seguro. Conhecendo as características do percurso sabia que a partir da marca dos 4 km a corrida ficaria mais fácil.

Não tinha preocupação com o tempo para completar o percurso. Posso dizer que a corrida de hoje foi um grande aprendizado. Depois da corrida tive a oportunidade de encontrar várias pessoas conhecidas.

TÚNEL DO TEMPO: BATEL RUN 2018

Tags:             

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.