Barigui Night Race

Barigui Night Race

barigui-night-race-01Neste sábado participei da minha primeira corrida da temporada de 2015, a Barigui Night Race, realizada no Parque Barigui, um dos principais de Curitiba.

Cheguei por volta das dezenove horas e logo encontrei algumas pessoas conhecidas com quem conversei por alguns instantes.

Não pretendia bater o meu recorde dos cinco quilômetros, talvez melhorar o tempo em relação ao da corrida noturna do ano passado.

Fiz o alongamento, o aquecimento e iniciei a minha concentração. Desta vez os corredores de cinco e sete quilômetros largariam juntos, diferente da prova de 2014 em que foram realizadas distintas.

Apesar de bem posicionado procurei tomar muito cuidado na largada, pois este momento normalmente parece um estouro de boiada. Os corredores saem em disparada como se estivessem numa corrida de cem metros.

Com um número grande de pessoas na pista seria muito complicado realizar ultrapassagens e manter um bom ritmo de corrida. Completei o primeiro quilômetro em um tempo de  seis minutos e vinte dois segundos, mas não era motivo para comemoração pois sabia que enfrentaria dificuldades na sequencia.

Não consegui aproveitar a energia proporcionada pelo meu tênis Adios Boost. O meu ritmo foi prejudicado principalmente nos quilômetros 3 e 4. Ao completar o quarto quilômetro olhei rapidamente para o meu cronômetro e percebi que seria muito difícil terminar a prova em menos de trinta e seis minutos.

Passei a observar os espaços vazios e aumentei o ritmo das minhas passadas para realizar as ultrapassagens. Devo admitir que algumas delas foram bastante arriscadas. Fui me controlando até a reta de chegada quando olhei o posicionamento dos corredores que estavam na minha frente e tracei uma linha imaginária.

barigui-night-race-03Acelerei e consegui cruzar a linha de chegada antes de dois corredores que estavam poucos metros antes dela. Não me preocupei em ver qual tinha sido o meu tempo.

Peguei a minha medalha e uma fruta. Alguns minutos depois percebi que tinha completado a prova em trinta e seis minutos e quarenta e nove segundos. É claro que o tempo ficou longe do meu recorde dos cinco quilômetros (34 minutos e vinte segundos).

Faltaram apenas três segundos para igualar o tempo da corrida noturna do ano passado.

Esta foi a primeira corrida das vinte programadas para  2015.

 

Norman Bitner

Nascido em Curitiba - PR. Administrador, bancário, atleticano, corredor de rua, canhoto.