TÚNEL DO TEMPO: ABRIL DE 1985 – GP DO BRASIL

TÚNEL DO TEMPO: ABRIL DE 1985 – GP DO BRASIL

O GP do Brasil abriu a temporada de 1985 da Fórmula 1. Ayrton Senna fazia a sua estreia na equipe Lotus e teria como companheiro o italiano Elio De Angelis.

Nos treinos classificatórios o italiano Michele Alboreto marcou o melhor tempo, com Keke Rosberg ao seu lado na primeira fila. Senna conquistou o quarto tempo.

Na largada, Keke Rosberg e Nigel Mansell disputam pela primeira colocação com Michele Alboreto. O líder era Rosberg, seguido por Alboreto e Senna. Prost e Lauda vinha lá de trás ganhando posições uma a uma.

O turbo do motor Honda não passou das dez voltas e a prova acabou para Rosberg. Alboreto assumiu a liderança mas não conseguiu segurar por muito tempo Alain Prost, que tomou a ponta.

Niki Lauda também ia ganhando posições, mas na volta 27 abandonou com problemas no sistema de combustível.

Arnoux da equipe Ferrari veio lá de trás e recuperou todas a posições possíveis, até aparecer na quinta colocação. Faltando pouco menos de 20 voltas para o final, Ayrton Senna, que estava em terceiro, abandonou a prova com problemas elétricos, um começo nem tanto bom na Lotus, mas o brasileiro havia mostrado seu talento com um carro de ponta.

Alain Prost conquistou a sua  terceira vitória em Jacarepaguá, Alboreto e de Angelis fecharam o pódio.