Coleção de miniaturas – Capacetes 1:8

Coleção de miniaturas – Capacetes 1:8

Capacete Kart

A coleção de mini-capacetes é compostas por quinze unidades, representando os capacetes utilizados por Ayrton Senna entre os anos de 1980 e 1994, ou seja, do kart até o seu último ano na Fórmula 1.

Capacetes 1:8

Capacetes na escala 1:8 (1980 – 1994)

Em 1978, o Ayrton Senna disputaria um campeonato em Le Mans, na França. A organização exigia que os pilotos utilizassem em seus capacetes as cores de seus respectivos países e foi sugerido aos brasileiros que utilizassem um layout verde com detalhes em amarelo. Senna não gostou da sugestão e criou, ele mesmo, uma pintura amarela com uma única listra verde e transversal que saía de trás de seu capacete Arai, subia até o topo e descia até a viseira. Foi a primeira vez que Ayrton utilizou um capacete amarelo em sua carreira.

Em 1979, Senna visitou o aerografista Sid Mosca (1937 – 2011), conhecido pelo seu trabalho de personalização de capacetes. O jovem piloto pediu uma pintura nova, mais dinâmica e diferenciada. Em um único dia o Sid conseguiu desenvolver a ideia, executá-la e deixar um capacete todo pronto e pintado. Decidiu manter o amarelo predominante em uma tonalidade mais viva e pintou uma linha verde e outra azulada, separadas por uma linha amarela, no meio do capacete. As linhas formadas (verde, amarelo e azul) passavam pela viseira e davam a sensação de velocidade. Tão simples quanto poderoso. Senna gostou tanto do resultado que prometeu nunca mais mudá-lo na sua carreira.

Capacete Kart by Sid Mosca

Capacete Kart by Sid Mosca

Capacete usado no Kart nos anos de 1979 e 1980 Escala 1:8

Capacete usado no Kart nos anos de 1979 e 1980
Escala 1:8

Poucas mudanças foram executadas até a sua morte em 1994. A mais notável foi a adoção de um amarelo bem mais vivo, quase próximo do verde limão, nos tempos da Lotus preta e dourada. Em 1987, para combinar com o amarelo da Camel, Senna voltou a utilizar o tom mais opaco da ideia original.