Missão dupla

O dia dezenove de outubro marcou o início do horário de verão. No entanto, não tive problemas para acordar cedo para cumprir duas missões que estavam programadas. A primeira delas era participar da corrida de cinco quilômetros do Circuito de Corridas Caixa, com largada no Centro Cívico de Curitiba. A segunda missão era participar da 10ª Caminhada do Coração, promovida pelo Hospital Cardiológico Constantini, partindo da Praça do Japão em direção ao Parque Barigui.

Cheguei cedo na Praça Nossa Senhora de Salete, peguei o meu chip e fiz os meus alongamentos até o momento da largada. Aproveitei e conversei bastante com várias pessoas conhecidas que encontrei por lá.

Corrida Circuito Caixa - Etapa Curiitba
Corrida Circuito Caixa – Etapa Curiitba

Fiz uma largada com bastante cuidado para não me envolver em confusões, afinal de contas este momento parece um estouro de boiada, quando os participantes saem correndo desesperadamente.

Completei o primeiro quilômetro em um tempo de seis minutos e trinta e quatro segundos. Por causa dos inúmeros paredões que encontrei pela frente fui obrigado a reduzir o meu ritmo nos quilômetros seguintes.

Enfrentei muitas dificuldades para realizar as ultrapassagens e tive que mudar a minha estratégia de corrida. Sempre que percebia um espaço vazio muito grande logo adiante, entre 100 e 120 metros, eu dava um pique para aproveitar o potencial do Adidas Springblade. Sabia que seria algo arriscado por causa do desgaste.

Seguindo neste ritmo fechei os quatro quilômetros em um tempo de trinta minutos e vinte e dois segundos. Sendo assim, como não tinha condições de chegar perto do meu melhor tempo (35 minutos 29 segundos) corri para completar antes dos trinta e sete minutos.

Mais adiante, ao passar por uma esquina que estava com o trânsito bloqueado, vi um cara dentro de um táxi reclamando que estava esperando há muito tempo que iria demorar para chegar em casa. Falei para ele “Vai a pé cara!” e segui correndo.

10ª Caminhada do Coração
10ª Caminhada do Coração

Terminei a prova em trinta e seis minutos e cinquenta e um segundos. Peguei a minha medalha, a garrafa de isotônico, as frutas e segui para a Praça do Japão de táxi. Chegando lá a primeira coisa que fiz foi trocar o meu Adidas Springblade pelo Asics Nimbus 15. Os participantes seguiram caminhando num ritmo bem lento, em torno de 15 minutos / KM, equivalente a uma velocidade de 4 KM/H.

Devo confessar que para quem tinha acabado de completar uma corrida de cinco quilômetros com uma velocidade média de 8,14 KM/H foi complicado caminhar na metade da velocidade. Ao longo do caminho tive a oportunidade de conversar com diversas pessoas.

Como os participantes formavam um grupo compacto não existia a possibilidade de desenvolver um ritmo mais rápido. No meu caso foi bom para relaxar a minha musculatura. Sem dúvida participar da corrida e da caminhada foi um bom exercício para o coração.

Enfim, missão dada, missão cumprida!