2.800 KM

No sábado realizei o meu treino no percurso de cinco quilômetros da Corrida da Ponte. Apesar de conhecer as características de cada trecho preferi treinar em um ritmo de trote. Fui acelerando aos poucos mas sem preocupação com o tempo.

Ao chegar em casa fui atualizar a minha planilha onde registro as distâncias percorridas nos treinos e corridas. Em poucos minutos percebi que ultrapassei a marca de 2.800 quilômetros percorridos desde setembro de 2011 quando deixei o sedentarismo de lado e comecei a caminhar.

Tudo começou com uma caminhada nas ruas próximas da minha casa. Aos poucos o condicionamento físico foi melhorando. Evoluir para a corrida foi uma questão de tempo.

Em agosto de 2012 participei da minha primeira corrida de rua. O começo foi um pouco complicado mas logo me adaptei a atividade física que passaria a fazer parte da minha vida.

Durante seis anos e alguns meses tive a oportunidade de correr em vários lugares da cidade de Curitiba. Formei amizades, enfrentei desafios e aprendi a conhecer e respeitar os meus limites.

Por um longo período permaneci na zona de conforto das corridas de cinco quilômetros. Em 2016 decidi fazer a transição para a distância de dez quilômetros. Participei de várias provas durante o ano.

No final de 2016 ao definir as minhas provas de 2017 decidi colocar duas provas importantes para comemorar os meus cinquenta anos de idade.

O primeiro grande desafio foi a Meia Maratona Ecológica de Curitiba. Terminei a corrida exausto mas tirei muitas lições dos vinte e um quilômetros que percorri. Três meses depois participei de uma outra Meia Maratona. Desta vez corri com tranquilidade e terminei a prova bem fisicamente.

Faltava agora enfrentar as subidas e descidas da Maratona de Curitiba. Infelizmente por motivos alheios à minha vontade não completei o percurso.

Posso dizer que o ano de 2017 foi muito importante para mim. Pela decisão de enfrentar novos desafios no mundo das corridas e rua e nas inúmeras lições aprendidas após cada corrida.

É claro que fiquei muito triste por não ter completado a maratona mas estou certo tudo o que aconteceu comigo nos últimos anos vai tornar um corredor ainda melhor.