Coleção de miniaturas – Testes na F1

Por ter conquistado o título de Campeão Inglês de F3 na temporada de 1983 o Ayrton Senna foi convidado para participar de testes em equipes da Fórmula 1. Caberia à equipe Williams, campeã da temporada de 1982, oferecer o primeiro contato de Senna com o mundo da F1.

Sendo assim, foi marcado para o dia 19 de julho de 1983 no autódromo de Donington Park o teste com o modelo FW08C da Williams. Senna chegou ao circuito sabendo do desafio que o esperava. Nos boxes da Williams deu dois tapinhas no carro e falou: “É hoje!”.

Os mecânicos passaram as instruções sobre os comandos do volante e logo ele foi para a pista com os ajustes de banco do finlandês Keke Rosberg, mais alto e corpulento. A posição não era confortável e os pneus também não eram de classificação, mais velozes.

Frank Williams havia preparado um plano de adaptação para Senna, com os tempos que ele deveria registrar conforme fosse se adaptando ao carro. Mas o ritmo era mais rápido do que o esperado. Em apenas dez voltas Senna já havia igualado o tempo do piloto de testes da Williams, Jonathan Palmer, estabelecido apenas duas semanas antes.

Foram oitenta e três voltas sem cometer nenhum erro mais significativo. Seu melhor tempo foi apenas quatro décimos mais rápido do que o recorde da pista para carros com motores aspirados. Infelizmente para a Williams, a equipe já tinha dois pilotos contratados para o ano seguinte e Senna precisou buscar outra opção.

Williams Ford FW08C - Primeiro teste na F1
Williams Ford FW08C – Primeiro teste na F1

Nas semanas seguintes Senna teve a oportunidade de participar de testes com os carros das equipes Brabham, McLaren e Toleman. Na Brabham havia o veto de Nelson Piquet que não queria um brasileiro como companheiro. A McLaren estava com a sua dupla definida para a temporada de 1984: Alain Prost e Niki Lauda. A vaga oferecida era a de piloto de testes, que não interessou a Senna. Sobrou então a vaga na Toleman.

Toleman Hart TG183 - Teste na F1
Toleman Hart TG183 – Teste na F1