Coleção de miniaturas – 1984

O ano de 1984 marcou a estreia de Ayrton Senna na F1. Depois de uma carreira coroada de vitórias e títulos na Fórmula Ford 1600, Fórmula Ford 2000 e Fórmula 3 ele chegou a categoria mais importante do automobilismo.

Por ter sido campeão da F3 na temporada de 1983 ele foi convidado para participar de testes com os carros das equipes Williams, McLaren, Brabham e Toleman. Para a temporada de 1984 a Williams já tinha a dupla de pilotos, o finlandês Keke Rosberg e o francês Jacques Laffite. A McLaren tinha como pilotos o austríaco Niki Lauda e o francês Alain Prost para a temporada de 1984. Ofereceu uma vaga de piloto de testes, mas Senna não aceitou.

Na Brabham havia o veto de Nelson Piquet que não queria um piloto brasileiro como companheiro. Além disso, a Parmalat que era patrocinador principal da equipe exigia que o outro piloto fosse um italiano, no caso Teo Fabi.

Sobrou então a vaga na modesta equipe Toleman. O companheiro de equipe seria o venezuelano Johnny Cecotto. Na sua primeira temporada na F1 Ayrton Senna não teria chances de brigar por vitórias, muito menos pelo título de campeão.

Temporada 1984
Temporada 1984

Na segunda prova da temporada, o GP da África do Sul, Senna marcou o seu primeiro ponto ao terminar em sexto lugar na corrida disputada no circuito de Kyalami. Mas foi nas ruas do Principado de Mônaco que ele deu um verdadeiro show na corrida disputada debaixo de uma forte chuva. Foi o seu primeiro podium.

Em duas outras oportunidades ele subiu no podium como terceiro colocado no GP da Inglaterra, disputado em Brands Hatch, e no GP de Portugal, disputado no Estoril.

Toleman Hart TG184
Toleman Hart TG184

No final da temporada Senna anunciou o seu contrato com a equipe Lotus Renault. Finalmente ele teria condições de brigar por vitórias. O seu companheiro seria o italiano Elio De Angelis.